O abdômen ‘tanquinho’ de Ludmilla e Brunna Gonçalves: saiba tudo sobre a lipo LAD

Anúncio

Procedimento dura o dobro do tempo de uma lipoaspiração comum e também custa muito mais caro devido ao uso de vários equipamentos.

Em julho, a cantora Ludmilla foi submetida a uma cirurgia para correção de sua prótese de silicone nos seios.

Semanas depois, posou mostrando o resultado, não só desse procedimento, mas do abdômen esculpido pela lipoaspiração de alta definição, conhecida como LAD ou Lipo HD.

Brunna Gonçalves, esposa da cantora, também passou pelo procedimento.

O resultado nas duas fez muitas pessoas ficarem curiosas com o procedimento para a definição abdominal aparentemente sem esforços.

LAD X lipoaspiração comum

Segundo a última pesquisa divulgada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, lipoaspiração é segunda cirurgia estética com maior número de procedimentos realizados no país.

Perdendo apenas para aumento de seios.

O dado não separa os números de lipoaspiração por tipo de técnica.

“Na lipoaspiração comum, você tira simplesmente a gordura profunda do corpo da pessoa”

“A gente tem duas camadas de gordura debaixo da pele, e a gente tira preferencialmente a camada profunda”, explica o cirurgião plástico Adriano Medeiros.

“Já na lipo de alta definição, você aspira gordura em três níveis”

“Isso buscando evidenciar o contorno dos músculos em várias regiões do corpo.”

Segundo o cirurgião, a técnica “não inventa nenhum músculo na gordura”

“Só evidencia, entende o movimento muscular, as inserções musculares”

“E vai mostrar através de sombras e luzes um abdômen de aspecto mais atlético, como se tivesse malhado”.

De acordo com Isabela Savoretti Viegas, da JK Estética Avançada, clínica onde o casal se submeteu ao procedimento, a LAD é indicada “para homens e mulheres que desejam um corpo com mais definição”

” E que tenham o IMC [índice de massa corpórea] próximo ao ideal, sem grau avançado de flacidez, tanto tissular [pele] quanto muscular”.

Quanto vale um gominho?

A cirurgia dura cerca de cinco ou seis horas e a lipoaspiração normal leva metade desse tempo. 

O valor de uma lipoaspiração comum em relação a LAD também chega a ser metade. 

Para ambas, os valores variam, a depender do profissional, da equipe, do hospital, entre outras variáveis.

Segundo os profissionais ouvidos pelo G1, a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica proíbe a divulgação de valores de cirurgias plásticas e outros procedimentos estéticos.

A LAD tem o valor mais elevado por causa dos equipamentos usados. 

“Ultrassom pra derreter a gordura, para o cirurgião conseguir esculpir, abaixar o retalho; aparelho de sucção e um outro pra trabalhar a gordura”

“É uma coisa um pouco mais complexa e com um tempo cirúrgico bem maior. Então, é mais caro”, explica Adriano.

Ganho de peso

O cirurgião também explica que não há risco de deformidade nos “gominhos” em caso de ganho de peso. 

Mas esse problema já ocorreu quando a técnica começou a ser aplicada.

“Isso era uma coisa que acontecia no início, porque eles desenhavam, esculpiam a forma muscular na gordura”

“Ficava muito bonito, mas tinha esse revés, que se a pessoa engordasse, ia engordar também aquela escultura que era feita na realidade na gordura e não no músculo.”

Segundo Adriano, a nova técnica para o procedimento, desenvolvida pelo cirurgião colombiano Alfredo Hoyos, trouxe melhoras para o resultado. 

O G1 tentou contato com Alfredo para falar sobre o procedimento, mas não teve resposta.

O que pode acontecer é a perda do resultado da cirurgia. 

“Em nosso consultório, já tivemos casos em que pacientes engordaram e não ficaram com nenhum tipo de deformidade, apenas perderam as definições”, explica Isabela.

Quais os cuidados?

Embora não haja o risco da deformação, é importante tomar alguns cuidados tanto no pós-cirúrgico quanto para a manutenção do “tanquinho”.

“É recomendado o uso de cinta cirúrgica por 60 dias e meias de compressão por 15 dias após a cirurgia”

“Bem como a realização de sessões de drenagem linfática manual, conforme indicação médica”, diz Isabela. 

Ela também pede para que o paciente evite sol durante dois meses.

“Levando uma vida saudável, praticando atividade física, evitando álcool, evitando açúcar, fazendo uma alimentação balanceada”

“Tudo o que a gente tem que fazer na vida”, aconselha Adriano, falando sobre a manutenção.

“A cirurgia não é um milagre. Ela te leva de um ponto ‘a’ para o ‘b’, mas se você não se cuidar, não vai conseguir fazer a manutenção daquele resultado”

“Tudo o que a gente já sabe, mas não faz.”

Tanquinho famoso

Isabela afirma que a busca pelo procedimento aumentou depois da divulgação de Ludmilla e Brunna. 

Ela explicou que, no geral, o relato de famosos influencia bastante na procura.

Adriano concorda que há influencia dos famosos na busca por procedimentos estéticos. 

Mas também considera que existe o movimento inverso.

“Se uma famosa aparece bonita e diz que foi aquilo, naturalmente vai fazer um efeito de aumento nessa cirurgia, sim.”

“Mas [a LAD] é uma coisa que está aí muito em voga, aumentado cada vez mais”

“Não só por conta dessa ou aquela atriz, que divulgou seu resultado”

“Mas é uma coisa que é uma tendência internacional”

“As pessoas estão vendo resultado, gostando cada vez mais e naturalmente, os próprios artistas chamam atenção pra isso e também querem fazer.”

Fonte: G1