Fumantes são mais propensos a desenvolver casos graves da Covid-19, alerta OMS

Anúncio

A OMS lançou programa para ajudar fumantes a largarem o tabaco durante a pandemia.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, alertou que é urgente que fumantes parem de fumar com a pandemia do coronavírus.

“As evidências mostram que as pessoas que fumam são mais vulneráveis que as que não fumam a desenvolverem casos graves da Covid-19”.

Informou Tedros, lembrando que o tabaco mata cerca de 8 milhões de pessoas.

A Organização lançou nesta sexta um programa gratuito.

O objetivo é ajudar mais de 1 bilhão de usuários de tabaco a pararem de fumar e reduzirem os riscos relacionados ao coronavírus.

“Essa iniciativa ajudará as pessoas a acessar gratuitamente os recursos necessários para deixar o tabaco”

“Como terapia de reposição de nicotina e acesso a um profissional de saúde digital para aconselhamento sobre Covid-19 e nicotina”, informou o diretor-geral.

Pandemia fora de controle

Mais de 12 milhões de casos de coronavírus foram relatados desde o início da pandemia.

Sendo que metade deles foram relatados somente nas últimas seis semanas.

“Nas últimas 6 semanas, os casos mais que dobraram”, disse Tedros.

Durante a reunião dos estados membros, a OMS alertou que a pandemia continua se acelerando pelo mundo e que maioria dos países não conseguiu controlá-la.

“Mais de 544.000 vidas foram perdidas. A pandemia ainda está se acelerando”, alertou Tedros.

Fonte: BBC Saúde